domingo, 13 de janeiro de 2013

Recomeçar.



Durante muito tempo, vivi a amar uma pessoa, vivi para ele, praticamente morri por ele e sabe não me arrependo se pudesse faria tudo outra vez, assim pude aprender a ser fria e sólida como uma rocha, e principalmente, a enfrentar os problemas da vida sempre de cabeça erguida e com um sorriso no rosto.

Não vou mentir dizendo que o esqueci totalmente, de vez em quando as lembranças vem assombrar-me e, por vezes, pareciam mais reais do que minha vida solitária. Fico triste, choro, sinto vontade de beber, me drogar, morrer, mas sabe, isso passa, sempre passa.

Ele era o meu amor, meu tudo, a minha vida. Mas tornou-se estranho de uns tempos pra cá. É estranho, Né? De repente, alguém que fora tudo na sua vida, se esvair, até se tornar poeira no vento e se tornar lembrança. Uma lembrança meio dolorida.

Também não vou mentir dizendo que superei tudo isso. Apesar de todo esse tempo ainda não superei o fato de não saber lidar com as pessoas, ainda continuo boba e ingênua na pele de mulher.

Decidi agora que devo parar de querer encontrar o amor da minha vida em todos os romancezinhos toscos e idiotas que duram não mais que uma semana. Decidi também que vou acima de tudo viver, e o que tiver de vir, virá.

Um comentário:

  1. Gostava de ter alguém que me ama-se tanto, como vc ama essa pessoa..

    Tu és linda, és princesa! Eu te adoro!
    Bjs** do anónimo que vc sabe quem é.. :)

    ResponderExcluir

Obrigado e volte sempre!