quinta-feira, 3 de novembro de 2011

O que talvez nunca o direi.

Tentei, então, com toda a delicadeza possível, sem decidir propriamente decidi no meio da tarde - uma tarde morna demais, preguiçosa demais para conter esse verbo veemente: decidir. Como ia dizendo, no meio da tarde lenta demais, escolhi que - se viesse alguma sofreguidão na garganta, e veio - diria qualquer coisa como olha, tenho medo do normal, baby.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado e volte sempre!