sábado, 16 de julho de 2011

Sobre bipolaridade.

Bipolaridade é doença. A sociedade não é o único motivo de sua vida ser como é. Se cortar é coisa séria. Gosto não se discute. Acorde e viva sua vida, antes de sair por aí criticando à tudo e todos.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Eu acredito.


Não , eu não tenho unhas perfeitas, o corpo perfeito e nem o cabelo perfeito, Sou super louca e ao mesmo tempo tímida. Sou também muito sensível, retardada, mudo de humor Muito fácil. Tenho muita preguiça, e não sou muito organizada, mais mesmo assim gosto das coisas do meu jeito. Odeio pessoas que se acham superiores do que as outras, amo música, e sou totalmente viciada em guaraná jesus e chocolaate. Amo quando pessoas me abraçam e também amo ficar rodeada de amigos. Eu prefiro All Star do que um salto de 15 centímetros, amo internet. Gosto de meninos que usam blusa xadrez e que expressam seus sentimentos. Odeio muito infantilidade, falsidade e preconceito. Eu gosto de desenho animado, e tenho vontade de conhecer o mundo mesmo que seja um sonho quase impossível, eu ainda acredito nele, afinal, nunca se pode desistir de um sonho !

segunda-feira, 11 de julho de 2011

O que eu fiz e você nem deu valor..


Sabe o que eu fiz? Eu passei dias da minha vida amando. Deixei meu estômago embrulhar cada vez que ele entrava no msn, deixei a minha mente pensar nele dias inteiros e deixei meu coração amá-lo mais a cada dia. Eu perdi noites de sono chorando por ele, perdi dias divertidos querendo ele ao meu lado e perdi muito tempo esperando por ele. Eu entreguei meus versos completos para ele, entreguei folhas em branco cheia de sentimentos para ele e entreguei meu coração para que ele fizesse o que quisesse. Eu fiquei com vergonha ao lado dele, eu inventei assuntos inexplicáveis para conversar mais um pouco com ele e declarei todo o meu amor. Eu sonhei com ele e acordei sorrindo, eu tive pesadelos com ele e acordei chorando, eu passei dias com ele que eu nunca esqueci. Eu desejei ele ao meu lado, eu desejei a mão dele sob a minha, eu desejei a minha cabeça encostada no ombro dele. Imaginei dias no parque com ele, noites no cinema assistindo um filme de romance, nosso futuro juntos. Sabe o que ele fez? A mesma coisa, todos os dias… Por outra menina.

domingo, 3 de julho de 2011

Aquela perdida, um pouco encontrada. Aqueles talentos inofensivos, aquelas manias esquisitas. Aquela 'falta' de tudo. Aquela saudades do que passou, e a saudades do que está por vir. O medo do presente. A ausência de alguns sentimentos - e certezas.

E essa é mais uma sobre dor... Sobre a minha dor!


Ultimamente anda meio complicado eu sentar de frente ao pc e botar tudo pra fora, todas as dores, todas as decepções.. Logo eu, a garota que ri de tudo, até mesmo das próprias cicatrizes e dos pedaços que ando deixando cair por aí.
Ando pelos cantos com MEDO de que alguém chegue perto demais e veja minhas feridas recém-curadas, sim, recém-curadas porque ainda doem e muito, e vezenquando elas inflamam.
Sou feita de sonhos interrompidos, detalhes despercebidos, amores mal resolvidos… Queria tanto sentir como é voltar pra casa e ver motivo pra sorrir. Queria tanto viver na mesma cidade que você.







P.S.: Mais um meio sem nexo, é, eu sei, é tudo que sinto, que posso escrever..

Se eu gostar...


"Se eu gostar de você tenha a gentileza de não me deixar tão solta.
Não me pergunte aonde vou, mas me peça pra voltar.
Sou fácil de ler, mas não tente descobrir porque o mesmo refrão insiste em tocar tanto.
Se eu gostar de você, tenha a delicadeza de também gostar de mim.
E me deixe ser, assim, exatamente como eu sou."